Esta coleção pulsa em escritas de diversas práticas sobre crianças e adolescentes, o compromisso de aventurar-se por uma transmissão que se sobressai pela abertura ao novo, pelo litoral do saber/não saber. Quem se arrisca a essa travessia?
Aventura é uma palavra que representa “coisas que estão por vir”, comumente relacionada ao ato de explorar, e traz inscrito o caminhar por acontecimentos imprevistos e que causam surpresa.
Então, aqui temos, por um lado, os autores, profissionais implicados na prática clínica e nas articulações teóricas, aventurando-se no desafio de novas elaborações de seu trabalho, e por outro, as crianças e jovens nos apresentando suas aventuras e desventuras, no borbulhar de letras pelo campo da linguagem.
E ainda, vocês leitores, também incluídos nessa aventura, no que ressalta o poeta Carlos Drummond de Andrade, “Palavra, palavra (digo exasperado) se me desafias, aceito o combate”.